Wilson A. Ribeiro Jr.

Canção de outono, de Paul Verlaine

Paul Verlaine (1844-1896), simbolista francês e um dos principais poetas malditos do final do século XIX (o fin-de-siècle), publicou o poema Chanson d'automne em 1866, aos 22 anos, na coletânea Poèmes saturniens.

Tradução

Os longos lamentos Dos violinos Do outono Enchem meu coração De langor Monótono. E sufocando, lívido, quando soa a hora, eu me recordo dos dias de outrora e choro. E vou embora com o vento mau que me leva para cá, para lá, como uma folha morta.

Texto original +/-

Referência

Paul Verlaine, Poèmes saturniens: suivi de Fêtes galantes. Paris, Librairie générale française, 1961, p. 69.

« Voltar

↑ ↑